InícioSobre nósParceirosCréditos

A Rua dos meus sonhos

|
We♥It
Boa tarde(quase noite) queridos'
Hoje eu devia ter pego uma declaração escolar  e meu livro, que está com a professora de geografia...Pediu emprestado no mês passado e até hoje aff¬¬
Trouxe um texto para vocês, ele é meio fofinho, e faz parte de uma série de contos que estou escrevendo.Me digam se aprovam !>>


Ana Lídia é uma garota reservada.Gosta de escrever e tem um blog onde publica seus textos diariamente.Fala de seus sentimentos, de como queria se enturmar mais.Ela abre o coração para o monitor.Talvez...talvez ela tenha algo, alguma fobia.Detesta sair.Na verdade, detesta andar na rua.Já disseram que ela "anda estranho".Mas tem uma rua que muda tudo.É mágica.Não literalmente, mas é transformadora.Certo dia, Ana estava passando por lá e viu dois gêmeos, cerca de 17 anos, cantando e tocando violão.Os passantes não paravam para contemplar, muito menos Ana Lídia.Mesmo não tendo parado, ela gostou muito do show.Já chegou a gostar de um menino daquela rua.Só achava ele bonito.Mas o sentimento a transformou: se maquiou, colocou a melhor roupa e foi falar com ele.Pediu água.A água caiu em sua roupa.Foi mais um monólogo, porque a única palavra que ele dirigiu a ela foi "-Desculpa".Pela água, não pela ilusão.
Num tarde qualquer, após uma prova do  governo, mais exatamente de Português, liberaram a sala de Ana, duas horas mais cedo.Foi acompanhada por sua amiga e o seu futuro namorado.Como Ana queria amar e ser correspondida!Ela se despediu de seus amigos, pois estes virariam a esquina do Corpo de Bombeiros.Sabia que teria um longo caminho sozinha pela frente.É a vida.
E lá ia aquela morena de cabelos presos, usando calça branca e blusa de mesma cor e um All Star, originalmente azul, mas que depois de uma chuva que deixou o caminho lamacento, ficou branco pela água sanitária.
Estava passando na calçada da Marmoraria.Estreita, pois de um lado havia vários carros estacionados, e do outro, a loja.Um cara andava na sua frente, mas de repente parou.A mochila que ele usava provavelmente estava muito pesada, porque ele tirou um livro dela.Na sua camisa azul-escura, estava escrito "Ciências da Tecnologia".Ele era moreno-claro.Tinha barba, mas ainda assim parecia jovem.Se Ana tinha 1,65, ele tinha 1,75, no mínimo.Ele olhou para trás enquanto fechava a mochila, pendurada num ombro só, pois não havia tirado a bolsa das costas.Olhos verdes.Quando viu que Ana queria passar, ele deu um passo para o lado.Ela agradeceu, coisa que era quase impossível de acontecer, Ana Lídia falando com desconhecidos."Obrigada".E Ana seguiu em frente.Mas sorriu.Ninguém viu.
Ainda não estava na Rua Mágica, que na verdade se chamava Floriano Peixoto, era uma avenida.Ana gostava apenas de um pedaço daquela Avenida.
Quando passou pela Rua Mágica, pela loja daquele garoto que ela tinha achado bonito, ela escutou a música Diz pra Mim, do novo grupo, Malta.Logicamente, ela olhou para ver de quem estava vindo o som.Era ele.O cara que deu licença para ela passar.Ela reparou o jeito que ele andava.O celular da Samsung.O cabelo.Destino.
Ela parou para amarrar o cadarço, aproveitou que ele ia passar na sua frente e deixou.Ela o observou por todo o caminho.Até chegar em casa.
Olhou para seu jardim, verdinho, iluminado pelos raios de Sol.Acariciou sua cadelinha, filhote de labrador, preta, Estela.Entrou no quarto, jogou a mochila no chão, as meias, a roupa. Perguntou se o veria outra vez?Pediu a Deus para que sim.
Lavou a louça e ligou o computador, afinal ela tinha um blog.Enquanto escrevia sobre amor à primeira vista, lembrou: "Amanhã tenho prova de Matemática ;)
A música se tornou a música dela.

16 comentários

  1. Olhando sua foto do lado direito, JAMAISSS diria que você tem 14 anos, pra mim você tem cara de 19 pelo menos haha! Achei seu blog uma fofura, parabéens ;)

    Beijos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barbara, me desculpe, mas essa foto de que vc fala não sou eu!
      Mudei a foto, agora sim, sou eu ;) Demorei 20 dias para lhe responder :/
      Tenho 14 anos, nessa nova foto não parece?Só acho que ela precisava de uns efeitos, slá
      Obrigado <3

      Excluir
  2. Olá, Carol! :D Tudo bem?

    Nossa, tomara que ela devolva logo o seu livro! Odeio pessoas que demoram um ano para me devolver alguma coisa, principalmente meus tão amados livros!

    Adorei as duas músicas <3 Não conhecia a segunda, e gostei bastante do ritmo!

    Sério que estas escrevendo uma série de contos? Depois quero ver! Pelo texto acima (que gostei bastante), creio que a série será muito legal! Você tem muito talento, cara! ahah

    Achei seu blog muito legal, tanto que estou até te seguindo <3 Beijão, lindaaa!

    http://gave-wrong.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina!Depois de 20 dias desse post, ela devolveu sim ;)
      Uma vez, eu emprestei um filme para uma colega e ela ficou enrolando para me devolver...
      Deixei quieto, mas perdi a confiança, o filme era um dos meus favoritos :c
      Onze20 é bem bacana, é meio reggae, meio pop.
      Obrigado Nina, vou escrever mais um pouco sobre A Rua dos Meus Sonhos :D
      Obrigado por seguir ♥

      Excluir
  3. Falando sério, vc tem mesmo 14 anos? Nem parece, eu tenho 13, mas tbm dizem isso ^^
    Cara, eu não gosto nem de emprestar, e quando ñ me devolvem algo: "Me Devolve e depois não fala comigo ok?" kkkkk e depois pergunto pro meu livro ou outra coisa q eu havia emprestado se ele está bem kkkkk (sim, eu faço isso)
    E parabéns, o texto está ótimo, inclusive o seu blog ^^

    Kissus >>> http://c-omebackhome.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho, coloquei uma foto minha agora, quero sua opinião!
      Eu também sou assim, o povo é mito enrolado!
      Obrigado Jamylle!

      Excluir
  4. Que fofo hsjfdfjckdjddfsjksdkdkdkfjfj aí gente
    Preciso de uma continuação. Escreve help.
    Eu odeio emprestar livro é por isso que eu nem falo quando compro e nem levo para a escola. A parece aquelas guria que você nem conhece pedindo emprestado. Nao gosto nem que a minha mãe pegue vou deixar eles? Nem a pau.
    Gostei da história que escreve, bem cliche ♡.
    http://s-sessaoproibida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou escrever logo Lunii !
      Esse povo tem é olho gordo em nossas coisas humpf '-'
      Ah, valeu Lunii ;)

      Excluir
  5. Não consigo entender como certas pessoas escrevem tão bem, fico completamente chocada. Que texto hein? Adorei demais.

    sugar-purry.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Odeio quando emprestar livros ahah raramente o faço
    Adorei, continue! Tem muito talento
    Bjs,

    un--cover.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou passar a ser assim também!
      Obrigado, continuarei C:

      Excluir
  7. Não gosto de emprestar livros também, sendo livros "livros" ou da escola e_e
    Que texto maravilhoso, adorei <3
    Beijoos ♡ || Caramelos Encantados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os da escola, até que eu não sou muito apegada (aluna má)
      Mas os livros de verdade, em compensação...
      Dizem que não devemos apegar com coisas materiais, mas as estórias!
      Mentiras tão bem contadas que viram faz-de-conta.
      Obrigado Bia s2

      Excluir
  8. Não gosto de emprestar meus livros, nem que seja para uma pessoa na qual eu tenha MUITA confiança. Tenho pavor de amassarem a capa!

    O texto ficou bom, claro, existem alguns errinhos básicos, porém, mesmo assim, ficou legal. Invista nisso. Ah, e depois irei querer ler outros textos seus, hein? u-u

    Tchau ~ raposasenhorita.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Amassar?Eles rasgam também!
    Obrigado pelo alerta Ayako, vou continuar.
    Fiquei muito feliz com os comentários daqui ;)
    Vou fazer mais textos quando eu estiver inspirada <3
    Até pegarei alguns de outros blog que eu tinha!!!

    ResponderExcluir